Polícia

Motorista embriagado que se envolveu em acidente grave com dentista é liberado em audiência de custódia

A dentista ainda corre o risco de perder o movimento dos dedos

O motorista João Victor dos Reis Nascimento, de 19 anos, passou por audiência de custódia, na tarde desta terça-feira, 1. Ele foi liberado pela justiça para responder pelo crime em liberdade com as seguintes medidas, terá que comparecer mensalmente na Secretaria Criminal, até o sexto dia útil de cada
mês, para informar e justificar atividades laborativas; Deverá recolher-se em casa antes das 18:00 h, salvo comprovadamente a trabalho; não pode ausentar-se de Macapá, pois a permanência é conveniente para a investigação ou instrução. O documento foi assinado pela juíza Luciana Barros de Camargo.

João Victor confessou que nao tinha habilitação e estava embriagado

Ainda é grave o estado de saúde da dentista Ellaynne Teresa Britto, que acabou se envolvendo em um acidente de trânsito no início da manhã de segunda-feira, 31, no bairro Santa Rita. Segundo o esposo da vítima, ela, que tem 25 anos, ainda corre o risco de perder o movimento da mão. “Hoje foi a primeira vez que ela viu o estado em que o braço dela ficou. Ela se emocionou com o que viu”, disse o esposo Amadeu.
A defesa de João chegou a pedir a liberdade provisória do acusado, para ficar em prisão domiciliar e uso de tornozeleira eletrônica.

A família de Ellaynne foi representada e acompanhada pelo advogado Mauro Dias da Silveira Júnior, desde as primeiras horas do acidente até o fim da audiência de custódia.

Lembre o caso:
A vítima trabalha na Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de Serra do Navio – distante a 203 quilômetros de Macapá – e estava indo para mais uma semana de serviço, quando teve seu carro atingido por outro veículo, conduzido por um motorista embriagado.

O acidente aconteceu por volta das 5h, no cruzamento da Avenida Padre Júlio com a Rua Hildemar Maia. Com o impacto, o carro da dentista, um Captur de placas QUE 6311, que seguia no sentido Sul/Norte capotou. O outro, um Siena de placas QLN 2060, que provocou a colisão, trafegava no sentido Leste/Oeste e foi parar dentro de um estabelecimento comercial.

Além de Elaine, outras quatro pessoas que estavam como ocupantes do veículo causador do sinistro foram socorridas e levadas para o Hospital de Emergência (HE) por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Apenas o motorista não sofreu ferimentos e foi detido no local. João Victor confessou aos militares do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) que não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e que estava sob efeito de bebida alcoólica. Ainda, que horas antes participou de um “racha” entre amigos e ainda filmou para postar em suas redes sociais.

O teste de etilômetro ao qual ele foi submetido confirmou a embriaguez.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. É um absurdo. E a dentista q usa as mãos para o seu trabalho, como ficará é esse rapaz impune. Mas, rigor nas Leis Brasileiras é o que precisamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo