Polícia

Jovem suspeito de estuprar a própria avó é morto a tiros na zona leste de Macapá

Enzo Danilo Lobato Campos, de 19 anos de idade, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira, 30, na zona leste da cidade de Macapá. O crime aconteceu por volta das 21h40, no bairro Perpétuo Socorro, atrás da Feira do Pescado, uma região frequentada por usuários de drogas ao anoitecer.

Segundo informações, ninguém quis contribuir com o trabalho da polícia. Porém, o delegado César Ávila, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe), que esteve na cena do crime, disse que ouviu muitos relatos no local acerca da ficha criminal da vítima. Inclusive, de que Enzo teria abusado sexualmente da própria avó.

Enzo era velho conhecido da polícia pelo envolvimento com o tráfico de drogas

“Ouvi muitos comentários, mas ainda não fui atrás para confirmar a veracidade dessa história. Temos poucas informações sobre o homicídio. O que as pessoas falaram é que ele era viciado e todo enrolado. Tinha cometido alguns roubos recentemente. Dava muito problema, até mesmo dentro de casa. Era aquele drogado incontrolável, que nem a família podia vacilar que ele roubava”, contou Ávila.

Para a autoridade policial, uma das linhas de investigação será a de um possível acerto de contas. “Pelo que nos informaram, ontem mesmo ele arrumou uma confusão com os moradores ali de perto. Não sabemos se nesses roubos ele mexeu algo de algum que não devia. Enfim, não temos nada quanto a autoria, quanto a dinâmica do crime. Mas temos várias câmeras de segurança naquela redondeza. Vamos tentar ter acesso às imagens”, explicou o delegado.

Delegado César “Uma das possíveis linhas de investigação é acerto de contas”
Foto: Celiane Freitas

A área foi isolada pelos policiais militares do 6° batalhão. Com a chegada dos peritos da Polícia Científica (Politec), foi constatado que Enzo foi atingido com dois tiros, sendo um na nuca e outro no peito. “Provavelmente, o autor seja alguém que ele conhecia e atraiu para ali ou que chegou de surpresa. Pois as sandálias ainda estavam nos pés dele, indicando que ele nem correu. Deve ter levado o primeiro tiro e caiu, e, em seguida, efetuou o outro. A vítima estava portando uma faca na cintura, mas nem deu tempo de usar”, acrescentou César.

Enzo era velho conhecido da polícia. De acordo com a PM, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e cometeu muitos roubos. Sempre armado com faca ou arma de fogo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo