Polícia

Servidor do Iapen é indiciado por apropriação indébita de R$250 mil em “caixinha”

A Polícia Civil do Amapá, por meio da 9ª Delegacia de Polícia da Capital, concluiu inquérito policial e indiciou um servidor do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN) por apropriação indébita.
De acordo com o Delegado Abraão Trani, o indiciado desviou R$ 250 mil de uma “caixinha” organizada entre colegas de trabalho. O crime foi denunciado por cotistas, no final do ano passado, quando decidiram sair da “caixinha” e não conseguiram saber os valores que teriam direito de receber.
“Para entrar nessa ‘caixinha’, os interessados depositavam a quantia de R$ 800 na conta bancária do indiciado. A partir daí, passavam a ser cotistas e eram obrigados a emprestar algum valor, visando o rendimento de juros, que seriam divididos ao final entre eles. Várias cotas foram vendidas e o indiciado arrecadou cerca de R$ 250 mil. No final do ano de 2021, ele alegou que não tinha dinheiro para devolver aos cotistas. Em interrogatório, ele disse que emprestou o dinheiro arrecadado e não tinha como pagar cada cotista”, explicou Delegado.
O inquérito policial foi encaminhado ao Ministério Público.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo