Polícia

Vigilante é esmagada por carreta na rodovia do Curiaú

A vigilante Auricélia Ximendes de Aguiar, de 55 anos de idade, morreu no início da manhã desta segunda-feira (4), após ser atropelada.

O trágico acidente aconteceu por volta das 6h, na Rodovia do Curiaú – AP 70 -, zona norte de Macapá.

A mulher que integrava um grupo de ciclismo, foi esmagada por um caminhão tipo carreta.

Auricélia trafegava no mesmo sentido que o caminhão e acabou puxada pelo vácuo, desequilibrou e caiu

O local é bastante usado para a prática esportiva. Entretanto, não possui acostamento, o que obriga ciclistas a dividirem a pista com os demais veículos.

Segundo informações, após o fato, o condutor da carreta fugiu do local sem prestar socorro a vítima. Motoqueiros que presenciaram o acidente, foram atrás do mesmo e conseguiram alcançá-lo próximo ao balneário.

Auricélia Ximendes de Aguiar, tinha 55 anos de idade

Uma equipe do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) foi acionada. De acordo com relatos de testemunhas, Auricélia trafegava no mesmo sentido que o caminhão e acabou puxada pelo vácuo, desequilibrou e caiu para baixo do mesmo.

O condutor foi submetido ao teste do etilômetro, cujo resultado foi negativo para embriaguez. De acordo com a polícia, o mesmo possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Mesmo assim, ele foi conduzido para o Ciosp do Pacoval, para prestar esclarecimentos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo