Amapá

Pela primeira vez em 56 anos, o tradicional bloco de sujos não sairá nas ruas de Macapá

Pela primeira vez em seus 56 anos de edição, o Bloco “A Banda” não arrastará multidões pelas ruas e avenida de Macapá, em razão da pandemia do novo corona vírus. O Carnaval de 2021 no Amapá foi oficialmente cancelado pelo Governo do Estado e, consequentemente, o maior bloco de sujos do norte do brasil não será realizado.

O anúncio da suspensão do Carnaval foi feito oficialmente após o decreto nº 0415/2021 divulgado na tarde da última terça-feira (9). Depois de apresentar dados sobre a da pandemia no Estado, indicando novo agravamento da calamidade sanitária, e somando o fato de que, até meados de fevereiro a maior parte da população ainda não estará vacinada, o governador afirmou que “o Carnaval de 2021 estava suspenso”.

A notícia, porém, não pegou os organizadores de surpresa. Eles observavam a persistência da pandemia e já trabalhavam com a possibilidade de não haver carnaval.

A funcionária pública Joana Nunes lembra de quando era criança. “A Banda é a maior festa popular do carnaval Macapaense e também uma das maiores do Brasil. Eu lembro que quando nos éramos crianças, minha mãe me levava junto com meus irmãos pra ir olhar a passagem dos bonecos na esquina rua da Leopoldo Machado com a Feliciano Coelho. Hoje quase 50 anos depois eu ainda lembro e prestigio o bloco na condição de brincante. Para mim é sempre um prazer prestigiar e me apropriar desse evento que é sinônimo de representação da nossa cultura, mas é uma pena que esse ano não terá a banda devido esse isolamento”, enfatizou a servidora.

Com cerca de quase 8 quilômetros de percurso, o maior bloco de sujos no norte, saia às ruas e avenidas da capital, sempre às terças feiras de carnaval com seu início às 13h30, com concentração na Praça Veiga Cabral no centro da cidade. (Texto Maicon Nunes)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo