Amapá

Bailique: Vereador Dudu Tavares requer a Eletronorte avanços na implantação do programa Mais Luz para Amazônia

O programa é uma alternativa para minimizar as dificuldades que a comunidade tem enfrentado com o fornecimento de energia elétrica devido a erosão da margem fluvial que impede a reestruturação permanente da rede elétrica.

Com um mandato pautado no cuidado para com a população das regiões ribeirinhas e distritos de Macapá, o vereador Dudu Tavares (PDT) reuniu na manhã desta quarta-feira, 3, em uma videoconferência, com equipe técnica da Eletronorte. A iniciativa foi requerer avanços da implantação do Programa Mais Luz para Amazônia no Distrito do Bailique, já que o fenômeno Terras Caídas tem trazido prejuízo na rede elétrica da região.
“O programa é uma alternativa importante para minimizar as dificuldades que o povo do Bailique tem enfrentado com a erosão da margem fluvial que impossibilidade a reestruturação permanente da rede elétrica. Garantir a eletricidade para as comunidades reflete na melhora da qualidade de vida a partir do desenvolvimento social e econômico local”, reforçou o vereador.
Segundo o gerente do departamento de coordenação do programa, Tulio Rizzo, a estatal está em fase de levantamento dos dados. Ainda nesse mês de março uma equipe da Eletronorte se deslocará até o Bailique para mapear a região e definir entre uma e duas comunidades que serão atendidas, inicialmente, pelo projeto piloto do programa.
“A equipe da Eletronorte está empenhada em levar energia elétrica para as famílias que residem em regiões de difícil acesso do Amapá. Iremos acompanhar todo o processo, e já colocamos nosso mandato à disposição para ajudar no que for preciso”, declarou Tavares.
Mais Luz para Amazônia – É um programa que vai levar energia elétrica com fontes renováveis para regiões remotas da Amazônia Legal. No caso do Bailique, será por meio de sistemas de geração de energia solar. Serão instalados kits individuais por residência para atender as necessidades atuais de cada um. No Amapá até o ano que vem, 2.524 casas serão beneficiadas. ( Com ínformações de Janine Cruz)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo