Polícia

Com uso de drone e cão farejador DTE encontra 5kg de drogas enterradas no Distrito do Coração

A apreensão de 5 quilos de entorpecentes aconteceu na noite desta quinta-feira, 25, em uma área rural, no Distrito de Coração – Zona Oeste de Macapá.

De acordo com informações, após uma investigação que durou cerca de dois meses, agentes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da Polícia Civil, chegaram ao paradeiro de um homem acusado de trazer drogas do Estado Pará para comercializar no Amapá. Joaquim Marlison Pinheiro de Azevedo, de 39 anos de idade, acabou preso em flagrante e revelou às autoridades policiais como o esquema funcionava.

A droga estava enterrada

“Na verdade é até um fato novo. Porque esses traficantes que residem no Pará, não mandaram a droga como sempre fazem. Eles vieram pra cá pra vender pessoalmente o produto. Passamos a investigar esse grupo. Descobrimos que havia se estabelecido aqui, alugando uma casa, em um setor de chácaras no Coração. Um local bem afastado, escondido, uma casa de muro alto, com piscina e bem equipada. Isso nos deixava com certa dificuldade de ficar acompanhando esse pessoal. Por isso, se fez necessária a realização de várias diligências, a utilização de algumas técnicas de inteligência, inclusive o uso de um drone, pra gente poder identificar que realmemte era naquele local que eles estavam se escondendo”, explicou o titular da DTR, delegado Sidney Leite.

Delegado Sidney Leite disse que os traficantes vieram vender a droga pessoalmente

Para pode encontrar o produto entorpecente, Sidney disse que foi preciso colocar em prática a destreza do cão farejador do delegado adjunto da DTE, Vladson Nascimento. Foi graças ao faro preciso do animal que os policiais detectaram a substância que estava enterrada ao redor do imóvel.

“Posso dizer que esse grupo que veio tentar se estabelecer aqui para essa prática foi desarticulado. O cabeça está sendo preso. Inclusive é um indivíduo que já havia mandado drogas pra cá outras vezes, pra outras pessoas. Outras pessoas vendiam pra ele, mas agora ele veio fazer isso pessoalmente. Então, essa prisão é importante, porque trata-se de alguém que abastecia o Estado”, reforçou o delegado.

Crack e Skank

Conforme as investigações policiais, a droga do tipo skank e crack chegaram ao Amapá através de uma embarcação. Já os traficantes, vieram acompanhados de suas famílias e desembarcaram no aeroporto de Macapá.

Durante interrogatório, o preso revelou à polícia que o Amapá é o Estado brasileiro onde o valor da droga é mais alto. Motivo que está atraído a vinda de traficantes dos quatro cantos do país para cá.

“Isso tem chamado a atenção deles. Eles preferem vir vender pra cá, que ir para outros locais, porque aqui eles tem um lucro maior. E um dos motivos desse valor alto, são as constantes apreensões. A polícia tem pressionado bastante o tráfico de drogas. E o outro fator é a pandemia. Isso tem elevado o preço da droga em todos os Estado, mas o Amapá se destacou”, justificou Sidney.

Joaquim Marlisson foi autuado por tráfico de drogas. Ainda hoje ele será levado a audiência de custódia.

Joaquim irá para audiência de custódia ainda hoje

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo