Amapá

COSEMS-AP assume responsabilidade no acompanhamento da vacinação contra a COVID-19

Forto: Maksuel Martins

Prefeitos, secretários de Saúde e coordenadores de Vigilância em Saúde dos municípios participaram nesta terça-feira, 12, do “Fórum Governo e Prefeituras por um Estado Forte”, realizado pelo Governo do Amapá, ocasião em que o Plano Estadual de Vacinação Contra a Covid-19 foi apresentado. O Conselho Estadual de Secretarias de Saúde (COSEMS-AP), que representa as gestões municipais fez parte da mesa de diálogo, através do presidente Marcel Menezes. O Conselho cumpre papel importante na imunização, atuando diretamente juntos às prefeituras, capacitando e acompanhando as ações em todos os municípios.

O Governo do Estado fez a reserva de 360 mil doses da vacina, junto os Butantan e Governo do Estado de São Paulo, ao custo de R$ 20 milhões do cofre estadual. O governador Waldez Góes relatou que o Estado está atuando com duas frentes de trabalho, uma com o Instituto Butantan e a outra através da relação tripartite entre Governos Federal, Estadual e Municipais. A ordem de prioridade segue a nacional, de profissionais de saúde, idosos, e demais grupos.

O Plano Estadual apresentado considera a distância e acesso às comunidades ribeirinhas e indígenas. O superintendente de Vigilância em Saúde do Amapá, Dorinaldo Malafaia, explicou aos presentes as medidas para segurança, armazenamento e logística, e garantiu que a vacina do Instituto Butantan é mais condizente com a realidade do Amapá em razão das condições necessárias para armazenamento e transporte. Municípios como Oiapoque e Laranjal do Jari são os mais distantes, de difícil acesso e com muitas comunidades tradicionais no interior das matas

O presidente Marcel Menezes reforçou que o COSEMS-AP irá atuar junto aos municípios para sincronização da força integrada entre os governos Federal, Estadual e Municipais, e que a instituição estará ainda capacitando, orientando e organizando técnicos e ações para maior eficiência e abrangência da cobertura vacinal. “É uma responsabilidade muito grande a que estamos assumindo junto aos municípios, estado, Governo Federal em benefício da população, de garantir a imunização eficiente e obedecendo os critérios de prioridades.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo