AmapáCovid-19

Usuários reclamam do número de senhas para teste de Covid-19 em Macapá

A Prefeitura de Macapá abriu dois pontos para testagem em massa de covid-19, para pessoas assintomáticas. No entanto a população que tem buscado o serviço tem reclamado da dificuldade em conseguir realizar o teste.

De acordo com usuários o fato se dá pelo pequeno numero de senhas que é distribuído diariamente nos pontos de testagem que ficam nas Escolas Municipais Roraima e Jardim Felicidade I, na zona norte. Segundo a prefeitura diariamente os dois pontos ofertam 400 testes, mas os pacientes alegam que somente 50 senhas são distribuídas por turno.

“Eu já vim duas vezes na Escola Roraima atrás de teste para a minha mãe e não consegui senha. Na segunda-feira disseram que as senhas já tinham acabado, ontem (terça-feira) quando cheguei as 7h da manhã informaram que não haveria a testagem pela manhã, e que poderia ter a tarde, mas não sabiam a hora. Um verdadeiro desrespeito com a população” disse Guilherme Romano que postou sua insatisfação em redes sociais.

Em nota a prefeitura diz que: “A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) esclarece que, diariamente, fornece 800 unidades dos testes rápidos para detecção de Covid-19 para as Escolas Roraima, na Zona Sul e Jardim 1, na Zona Norte. São 400 testes para cada local e eles são divididos de forma igualitária nos dois períodos de funcionamento de cada estabelecimento. Caso não seja possível realizar o exame no período desejado, a Semsa orienta que o usuário retorne em outro período ou em um dia diferente a fim de realizar o procedimento. Caso possua sintomas relacionados a Covid-19, o usuário deve procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Lélio Silva e Marcelo Cândia e a Unidade Covid Santa Inês, que são referência para o tratamento de pessoas contaminadas.”

Ate dezembro de 2020 a Prefeitura de Macapá ofertava a testagem para assintomáticos no Laboratório Covid, na Avenida FAB; no laboratório móvel da Carreta de Saúde; e em duas vans, que faziam o atendimento itinerante nos bairros da capital.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo