Covid-19Macapá

Vereador Dudu Tavares questiona Semsa sobre falta de vacinas para segunda dose em idosos

O reforço completa o esquema de proteção à covid-19. Documento foi protocolado na Semsa, nesta quinta-feira, 22.

O vereador Dudu Tavares (PDT) questionou a SEMSA o motivo de não ter sido reservado imunizante suficiente para garantir a segunda dose da vacina coronavac no tempo previsto, de 28 dias, em idosos de Macapá. O documento que solicita as informações foi protocolado nesta quinta-feira, 22, na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).
Com isso, o vereador quer apurar se houve falha no planejamento do processo de vacinação, já que o reforço completa o esquema de proteção contra a doença causada pelo novo coronavírus. A orientação do Instituto Butantan, responsável pela fabricação do imunizante no Brasil e do Ministério da Saúde (MS), é que a dose seja aplicada em 28 dias.
“A Semsa precisa explicar a razão de não ter contingenciado as doses necessárias para garantir a segunda aplicação em nossos idosos. Estou bastante preocupado com o ocorrido, pois constantemente o Ministério da Saúde tem reforçado a importância de completar o ciclo vacinal para eficácia da proteção contra a covid-19”, declarou Dudu Tavares. (Asscom)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo