Polícia

Ações da DTE resultam na apreensão de drogas e arma durante o fim de semana

A Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da Polícia
Civil, realizou durante o fim de semana, apreensões de substâncias entorpecentes e arma de fogo.
Uma das ações aconteceu na última sexta-feira, 14, na Zona Sul de Macapá, em via pública no bairro Santa Rita. Na ocasião, os agentes da DTE prenderam duas pessoas acusadas de comercializar o produto ilícito. Com elas foram encontradas 250 gramas de crack.
Os dois homens que tem 22 e 35 anos de idade, estavam sendo alvos de investigação há pelo menos duas semanas.

Crack

De acordo com o delegado Sidney Leite, titular da DTE, os suspeitos eram responsáveis pela distribuição da droga pela região norte da capital amapaense. Ainda segundo os levantamentos da polícia, ambos trabalhavam para um traficante que atualmente cumpre pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN).

Depois de presos, os acusados foram conduzidos para a sede da DTE, onde foi descoberto que um deles, o mais velho, já foi preso duas vezes pelo crime de tráfico de drogas. O outro, segundo informações, até o momento não tinha envolvimento com o submundo do crime, e contou para a autoridade policial que não sabia que seu amigo estava trazendo droga dentro do carro. Os dois ficaram trocando acusações e apontando a responsabilidade um para o outro. Ambos foram indiciados por associação ao tráfico e tráfico de drogas.

Em cotinuidade aos trabalhos, os policiais civis que integram a especializada, apreenderam na tarde do sábado, 15, cerca de 250 gramas de crack, divididas em porções de 25 gramas cada, além de um simulacro de arma de fogo. Um jovem de 23 anos, acusado de estar distribuindo a droga, a mando de um traficante de Macapá que foi preso no ano passado no estado do Rio de Janeiro, acabou detido.

O suspeito confessou que estava recebendo poucos quilos de entorpecentes, cortava em porções menores e comercializava a droga na frente de sua casa, que fica localizada na Zona Sul da cidade. Primário e de bons antecedentes, o rapaz era peça fundamental no esquema de venda de crack desse grupo. Ele foi levada para a delegacia e está agora à disposição da Justiça.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo