Polícia

Acusado de manter relação com menor de 12 anos é beneficiado com liberdade condicional

A Justiça amapaense concedeu liberdade provisória para um homem de 45 anos, acusado de manter um relacionamento amoroso com uma menina de 12, no interior do Estado.

Juarez Gonçalves de Souza, foi preso no dia 30 de abril, durante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, executado pelos agente de Polícia Civil do município de Pedra Branca do Amapari – distante a 183 quilômetros de Macapá – sob a acusação de estupro de vulnerável.

Ele chegou a ficar dois dias recluso na delegacia daquela cidade, até ser beneficiado com a decisão assinada pelo juiz Almiro do Socorro Avelar Deniur. Juarez terá que cumprir algumas medidas cautelares como: comparecer em juízo sempre que for solicitado; não manter contato com a vítima, familiares dela ou testemunhas; não mudar de endereço e se recolher em seu domicílio no período noturno, que corresponde das 19h até às 6h.

Lembre o caso

Juarez Souza passou a ser investigado após a polícia receber denúncias que ele matinha um caso com a meninas há pelo menos cinco meses. Ao ser preso, ele confessou o ato.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão na casa dele, foi apreendido um telefone celular. O delegado que preside o Inquérito Policial (IP), Antério Almeida, solicitou a quebra do sigilo de dados telefônicos, por haver a possibilidade de o suspeito ter praticado outros crimes como, armazenar e compartilhar fotografias e vídeos pornográficos envolvendo crianças.

Delegado Antério solicitou a quebra do sigilo de dados telefônicos

A garota foi encaminhada para exames de conjunção carnal e ato libidinoso na Polícia Científica. Depois dos resultados dos exames, a autoridade disse que ficou comprovado que a garota não era mais virgem. Por isso, foi representado pela prisão do investigado.

A polícia também descobriu que o investigado prestava alguns favores para a avó da criança e que recentemente, ele havia presenteado a menina com um celular avaliado em R$ 1 mil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo