Polícia

Acusado de matar Mc será transferido para a Penitenciária

Será transferido ainda hoje, 1, para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), o principal acusado de assassinar a facadas, o Mc Wendel Patrick dos Santos Barbosa, de 17 anos de idade.

Dialdo Dias Farias, de 33 anos, foi preso em flagrante por policiais militares do 2° Batalhão. Ele foi encontrado desacordado em via pública, às proximidades do Ciosp do Novo Horizonte, depois que parentes e amigos da vítima o agrediram com pedaços de madeira. Socorrido, o homem foi conduzido para o Hospital de Emergências (HE), onde recebeu atendimento médico e voz de prisão logo em seguida.

O suspeito foi levado para a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe) e, segundo o delegado César Ávila, que preside as investigações, Dialdo não quis falar nada em seu depoimento. Ele foi autuado pelo crime de homicídio. Na audiência de custódia, ocorrida no final da tarde, a juíza plantonista converteu a prisão em flagrante para prisão preventiva.

O caso

Na madrugada de domingo, 28, vítima e acusado bebiam juntos, na residência do menor, localizada em uma área de pontes, na Avenida Lourenço Araujo de Sá, no bairro Novo Horizonte, na Zona Norte da capital amapaense. Os dois tiveram um desentendimento, depois que Wendel impediu que seu algoz praticasse um delito contra seu amigo.

“Eles teriam entrando num embate porque o acusado queria furtar um amigo da vítima que estava dormindo no sofá. Recebendo a negativa, ele [Dialdo] foi até sua casa e quando retornou, já foi com uma faca. Inclusive, a mãe dele tentou impedir o crime, mas foi empurrada por ele e caiu na água. A irmã do menor, percebendo que o autor teria ido se armar, tentou ficar na porta para que ele não entrasse. Nessa confusão, o adolescente também se armou e correu atrás do suspeito. Só que ele deve ter escorregado e caído. Foi quando recebeu os golpes de faca e se jogou no lago para tentar fugir do assassino”, detalhou Ávila.

Delegado César Ávila apurou o caso

Wendel chegou a ser socorrido pelos próprios familiares e levado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, porém morreu minutos depois.

O acusado, Dialdo, estava na frente da unidade de saúde quando a vítima estava sendo socorrida. Foi nesse momento, que ele recebeu algumas pauladas.

Dialdo foi agredido quando estava em frente à UPA

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo