Polícia

Acusado de roubo a residência morre ao confrontar com PMs do 6 ° Batalhão

Segundo informações, o produto apreendido poderia ter rendido até R$ 50 mil ao criminoso.

Uma denúncia anônima, feita à Polícia Militar, levou uma equipe do 6° batalhão a uma residência localizada na Passagem Acre, no bairro Pacoval, onde um indivíduo, acusado de vários roubos, estaria escondido.
Ao chegar ao local para checar a denúncia os militares foram recebidos a tiros. Houve o revide e Alisson Michel Ramos Nunes, de 19 anos de idade, o “Baratinha”, foi alvejado e morreu no local.


O fato aconteceu no fim da manhã desta segunda-feira, 22. De acordo com a polícia, Baratinha era acusado de participar de um assalto, ocorrido na noite de ontem, 21, em uma residência na Zona Norte de Macapá.
“O último assalto que ele realizou foi noite de domingo, em uma residência no Loteamento Terra Nova, Zona Norte de Macapá. Ele e mais dois criminosos, portando arma de fogo, renderam uma família e levaram o carro e objetos pessoais”, contou o capitão Victor Melo da Divisão de Relações Públicas e Imprensa (DRPI) do 6º BPM.
Durantes as buscas na residência de Baratinha, os militares encontraram aproximadamente três quilos de substâncias entorpecentes, do tipo crack e skank, além de uma balança de precisão. O que, para a polícia, comprova o envolvimento dele com o tráfico de drogas.

Material encontrado


Segundo informações, o produto apreendido poderia ter rendido até R$ 50 mil ao criminoso.


O entorpecente, juntamente com a arma de fogo de fabricação caseira, usada pelo bandido para atirar nos policiais, foi apresentando no Ciosp do Pacoval.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo