Polícia

Bandido morre em troca de tiros com o Bope quando retornava do enterro de criminoso morto no dia anterior

O confronto aconteceu no início da noite desta sexta-feira, 3, na Zona Norte de Macapá, depois de uma abordagem policial realizada a pessageiros de um ônibus que retornava do sepultamento de um criminoso conhecido como “Tourinho”, morto em uma troca de tiros com policiais militares no dia anterior. Ruan José Alencar da Silva, de 24 anos, o “Scoob”, era um dos ocupantes do veículo que acabara de voltar do cemitério São Francisco de Assis, localizado no BR 210.

Scoob já tinha passagens pela polícia

De acordo com o que foi apurado pelo Portal alynekaiser.com.br, a Polícia Militar (PM) recebeu uma denúncia anônima, informando que um grupo estaria dentro do coletivo exibindo armas de fogo e divulgando nas redes sociais.

Arma encontrada com Scoob

Uma guarnição do 2° BPM interceptou o ônibus na entrada do bairro Ipê. Mas durante a abordagem, alguns indivíduos conseguiram empreender fuga. Foi quando uma equipe da Ronda Ostensiva Tática Motoriza (Rotam), 1° companhia do Batalhão de Operações Especiais (Bope), entrou em ação.

Os militares cruzaram com um dos suspeitos correndo pela avenida Araucária. Era Scoob que, segundo os policiais, não atendeu a ordem de parada e rendição, vindo a sacar uma arma e dispar na direção dos PMs.

Sem alternativa, a equipe da ROTAM revidou a ação e o criminoso foi alvejado. De imediato, o socorro médico foi acionado. Porém, quando uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou, nada mais poderia ser feito. O bandido havia morrido.

Na averiguação do nome dele junto ao sistema judiciário, constou que o mesmo já tinha passagens pelo Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), pelo crimes de roubo, furto e receptação.

Com ele foi encontrado um revólver calibre 38 e munições que foram apresentados na delegacia.

Scooby e Tourinho foram reconhecidos por assaltos em estabelecimentos comerciais, bem como ambos estavam sendo apontados como autores de homicídio e tentativa de homicídio nas últimas 2 semanas, em virtude de rivalidade de facções que pertenciam.

A morte de Tourinho

O ônibus que Scoob estava havia sido contratado por uma funerária e voltava do enterro de Jhonata Viana da Silva, de 22 anos, conhecido no submundo do crime como “Tourinho”, que morreu ao trocar tiros com o Bope, na tarde de quinta-feira, 1°. A troca de tiros também aconteceu no bairro Ipê.

Segundo a polícia, durante patrulhamento de rotina pela região, uma equipe da ROTAM recebeu a informação de que dois indivíduos armados estariam nas proximidades, circulando em um motocicleta roubada.

Motocicleta roubada

Nas diligências, o veículo e os suspeitos foram localizados. Ao perceber a chegada dos policiais, a dupla correu, mas entraram em um rua sem saída e foram encurralados. Foi quando, de acordo com informações, abriram fogo contra os militares.

No revide, Tourinho foi baleado e não resistiu. O óbito dele foi confirmado por uma equipe médica do SAMU. De posse dele estava o revólver calibre 38 municiado, usado para atirar nos policiais. A arma foi encaminhada ao Ciosp, junto com a moto que tinha restrição de furto e roubo.

Arma encontrada com Tourinho

A polícia disse que contra o criminoso havia um mandado de prisão em aberto, além da acusação de inúmeros assaltos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo