Política e Economia

BNDES lança edital para privatização da CEA

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou na última segunda-feira (17) o edital para o leilão de privatização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O certame que ocorrerá no dia 18 de junho visa um investimento de R$ 3 bilhões em um prazo de 30 anos pela concessão do serviço público.

O novo controlador deverá fazer um aporte de capital de R$400 milhões e assumir passivos precificados em cerca de R$1,1 bilhão. Além disso R$500 milhões devem ser investidos nos cinco primeiros anos de concessão.

A CEA que opera atualmente por meio de concessão provisória, atendendo cerca de 830 mil habitantes diz que a privatização pode representar a única forma da empresa retomar a capacidade de investimento. Em nota a Companhia disse que “o processo de desestatização da CEA é necessário para reverter a difícil situação operacional, econômica e financeira da empresa”.  

E que “diante da incapacidade financeira do seu acionista majoritário, do alto valor em dívidas e em inadimplência, a única forma da empresa retomar a capacidade de investimento, atendendo plenamente os consumidores, e seja alcançada a universalização do serviço público de distribuição de energia elétrica no estado do Amapá, é por meio do novo investidor que terá a concessão do serviço pelos próximos 30 anos”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo