AmapáPolítica e Economia

No Amapá batedores de açaí alertam para escassez do produto

No Amapá batedores de açaí fazem um alerta para uma possível falta de um dos produtos mais consumidos na mesa dos amapaenses. Segundo os comerciantes a alta dos preços durante o período de entressafra tem dificultado a compra do fruto. Com as chuvas, a produção reduz em até 70% e torna difícil manter o consumo diário da fruta.

Os trabalhadores relatam que anteriormente uma saca do fruto poderia ser adquirida entre R$150 e R$200, atualmente o valor está em média R$ 320 e R$ 360. “A alta dos preços atinge não somente a gente que beneficia, mas o consumidor final que acaba pagando hoje quase R$20 em um litro do produto, que em muitas famílias serve de base para a alimentação” relatou o batedor Raimundo Oliveira.

Na casa da servidora pública Dilene Souza antes do reajuste cerca de três litros eram consumidos diariamente, mas a alta dos preços fez com que a família precisasse se adaptar. “Já chegamos a comprar até quatro litros por dia, aqui em casa o açaí sempre foi um complemento na nossa alimentação e não podia faltar, agora com o litro quase R$20 mudamos nossos hábitos e hoje consumimos cerca de 1,5l por dia”.

Na última segunda-feira (17) batedores do Amapá e Pará fizeram uma manifestação pedindo fiscalização nos preços que são repassados aos vendedores autônomos e que, dessa forma, o produto possa chegar com um preço acessível na mesa do consumidor final.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo