Polícia

DTE apreende 9 kg de crack vindos do Amazonas. Duas mulheres foram presas em flagrante

Uma mulher de 21 anos de idade e outra de 19, foram presas em flagrante no fim da manhã desta terça-feira, 23, na Zona Sul de Macapá. A ação foi fruto de um mês de investigação da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da Polícia Civil.

“Nós estamos monitorando a pessoa que manda essa droga aqui pro Amapá. Tínhamos a informação que hoje essa mulher estaria desembarcando com essa cocaína. Montamos campana e ficamos acompanhando os passos dela. Vimos quando ela chegou na embarcação, se hospedou em um hotel em Santana e depois pegou um taxi até Macapá, onde iria fazer a entrega para a outra”, detalhou o tirular da DTE, delegado Sidney Leite.

O flagrante aconteceu por volta das 11h, em via pública, na Rua Remo Amoras, no bairro do Muca. Em um vídeo, de um circuito de segurança, de um estabelecimento comercial, é possível ver quando o taxi chega e a jovem de 19 anos se aproxima do veículo. Em seguida, a chamada “mula” desce com uma mochila de cor preta. Antes mesmo dela fazer a entrega, os agentes da DTE chegam e dão voz de prisão as duas.

Na mochila estavam 9 quilos de substâncias entorpecentes do tipo crack. De acordo com as investigações da polícia, o produto saiu do Estado do Amazonas, passou pelo Pará até chegar ao Amapá.

O delegado disse ainda que as mulheres não eram conhecidas da polícia e não tinham passagens. Porém, uma delas confessou pertencer a uma facção criminosa atuante no Estado.

As duas foram levadas para a sede da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes que funcionava no Ciosp do Pacoval. Depois de ouvidas, elas foram autuadas por tráfico de drogas e associação ao crime organizado.

De acordo com informações, se estivesse chegado ao seu destino, a droga poderia ter rendido o valor de r$ 250 mil aos traficantes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo