Polícia

Família é mantida refém por criminoso que teve ação frustrada pelo Bope

Na noite desta quinta-feira, 15, cinco criminosos invadiram uma residência localizada avenida Raimundo Perez Nunes, no bairro Zerão – Zona Sul de Macapá.
Após renderem a família, os bandidos pegaram pertences e eletroeletrônicos. A todo momento, o bando falava ao telefone com uma comparsa que estava do lado de fora. Depois de roubar o que queria, a quadrilha fugiu no veículo das vítimas. Mas, antes mesmo de deixarem o imóvel, foram surpreendidos por uma guarnição da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (ROTAM) do BOPE, que havia sido informada por um militar à paisana sobre a ação criminosa.

Iniciadas as negociações

“A viatura estava em patrulhamento pelo bairro do Beirol e foi informada por um policial militar sobre esse roubo. Uma das vítimas conseguiu fazer contato com ele. A equipe se deslocou para lá e, quando estavam chegando, os criminosos estavam saindo no carro das vítimas com todo esse material. Mas tiveram aí sua ação frustrada”, disse o Tenente Willian Leite, da Divisão de Relações Públicas e Imprensa (DRPI) do BOPE.

Material apreendido

Com a chegada da PM houve corre corre e a maioria dos marginais conseguiu escapar pela parte dos fundos da residência, apenas um deles ficou encurralado, retornando para dentro da casa e, de posse de uma faca, tomou então as seis pessoas da família como reféns.

Material levado à Delegacia

Iniciaram as negociações, que duraram cerca de duas horas de tempo. Acabando na madrugada de hoje, 16.

“Um fato que nos chamou a atenção, é que uma das vítimas tentou travar luta corporal com o causador do evento crítico. Tentou tirar a faca dele no momentos das negociações. Isso acabou prejudicando um pouco, porque os ânimos se alteraram, porém conseguimos contornar e as conversações transcorreram normalmente. Mas é algo bem complicado. Não é essa postura que o cidadão deve ter numa ocorrência como essa. A vítima poderia ter sido ferida ou até morta”, revelou o Tenente.

Com a liberação dos reféns e rendição do criminoso, os policiais detectaram que ele estava sob efeito de drogas. No bolso da vestimenta do bandido, foram encontradas 18 porções de substâncias entorpecentes. Bruno estava cumprindo pena em regime aberto domiciliar pela prática de roubo. Ele foi encaminhado e apresentado no Ciosp
do Pacoval, juntamente com o material apreendido.

Bruno estava cumprindo pena por roubo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo