Macapá

Guardas Civis Municipais reivindicam pagamento de horas extras cortadas pela Prefeitura

Membros da Guarda Civil Municipal foram até o prédio da Prefeitura de Macapá nesta quinta-feira, 25, para reivindicar o pagamento de horas extras e adicionais noturnos que de acordo com a categoria foram descontados dos seus provimentos.

Segundo o presidente do sindicato dos servidores, Elielson Barros, os descontos ocorreram no pagamento do mês de janeiro, que é referente ao trabalho realizado no mês de dezembro. E também estariam ameaçados de ocorrer novamente no mês de fevereiro.

Ainda segundo a categoria o erro teria ocorrido pela falta de diálogo entre o comando da guarda e secretaria de planejamento, que teria apresentado duvidas em relação ao mapa apresentado para o recebimento das horas extras e adicionais.

“Colocamos esses erros de diálogos entre as partes ao prefeito e vamos nos unir para resolver, pois nem a gestão municipal, nem sindicato vão “brigar” por quem não trabalhou. A secretaria de planejamento vai apontar as dúvidas nos nomes que estão na folha e o comando da guarda vai apresentar as escalas para comprovar as horas trabalhadas de quem de fato trabalhou”, disse Barros.

Aos servidores o prefeito de Macapá Antônio Furlan disse que “todos que trabalharam corretamente serão pagos”.

Prefeito Furlan disse que quem trabalhou corretamente será pago

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo