Polícia

Líder de organização criminosa é morto durante operação da Polícia Civil

A Polícia Civil do Amapá, juntamente com a Polícia Civil do Estado do Pará, deflagaram na manhã desta quarta-feira, 13, a Operação Redi Legi, com o intuito de cumprir cinco mandados de prisão no município de Macapá e nas cidades paraense de Igarapé Açu, Castanhal e São Domingos do Capim.

Na capital amapaense os mandados foram executados em uma área de ressaca, conhecida como Ponte do Gonzaguinha, no bairro Universidade – Zona Sul.

Durante a operação policial, que contou com o apoio do Grupamento Tático Aéreo (GTA), um dos criminosos mais procurados no Estado vizinho, Antônio Miguel da Costa Bastos, o “Miguel Gordo”, considerado um dos líderes de organização criminosa trocou tiros com as equipes. Ele foi alvejado e não resistiu.

A companheira dele, Rosimeire Maia dos Passos, também foi presa. Ela é acusada de traficar entorpecentes.

Segundo informações policiais, Michel Gordo era apontado como o autor da tentativa de assassinato de um Policial Civil. O crime aconteceu em junho do ano passado, na Delegacia de São Domingos do Capim, no Município de Supra, no Pará.

Em Belém foi dado cumprimento a mandado de prisão em desfavor de Ailson Luiz Silva dos Santos, também envolvido no atentado ao Policial Civil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo