Polícia

Operação Transformers: Polícia Civil de Porto Grande prende empresário que usava oficina para desmanche de veículos roubados

O dono de uma oficina mecânica que funcionava no município de Porto Grande, foi preso em flagrante nesta segunda-feira, 15, acusado de usar seu empreendimento como ponto de desmanche de veículos roubados e furtados.

De acordo com o delegado, Bruno Braz, titular da Delegacia de Polícia Civil daquela cidade, a ação, denominada “Operação Transformers”, foi fruto de um serviço de monitoramento do investigado.

“Há algumas semanas, recebemos informações de que o dono de uma oficina mecânica estaria comprando veículos com restrições judiciais por um valor bem abaixo do que deveriam ser comercializados. Esses veículos eram desmanchados para que fossem montados outros veículos. Passamos a investigá-lo, ficamos monitorando-o por alguns dias e tivemos sucesso na prisão dele”, destacou o Delegado.

O homem que não teve a identidade revelada, foi autuado pelos crimes de receptação qualificada, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e falsa identidade.

Ainda segundo Bruno Braz, o empresário apresentou um documento falso durante sua oitiva na delegacia. E alegou ter feito o ato, por já ter contra si, um mandando de prisão em aberto, por crimes como: tentativa de homicídio; receptação, furto qualificado e roubo.

O empresário chegou a confessar que já integrou uma quadrilha especializada em desmanche de veículos em Macapá. Mas que resolveu atuar sozinho após desentendimentos com os comparsas.

A autoridade policial disse que as investigações tedem a continuar, pois não descarta o envolvimento de outras pessoas. Inclusive, de outros estabelecimentos do ramo.

A Justiça converteu a prisão em flagrante para prisão preventiva e o empresário foi encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN), onde deverá permanecer até uma segunda ordem.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo