Covid-19Macapá

Prefeitura de Macapá descumpriu orientação para vacinar idosos, diz MP durante fiscalização em UBS

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) fiscalizou na última quinta-feira (06) as condições de aplicação da segunda dose da vacina Coronavac para idosos, conforme cronograma divulgado pela Prefeitura de Macapá.

Na Unidade Básica de Saúde São Pedro foi constatado que a Secretaria Municipal de Saúde de Macapá (Semsa) não organizou o local para que os idosos pudessem manter o distanciamento, e muitos estavam sentados no chão, aguardando a vez para serem vacinados.

No dia 30 de abril os ministérios públicos federal e estadual, e a defensoria pública, fizeram uma reunião orientando a gestora da Semsa, Karlene Lamberg, para que a convocação para a segunda dose dos idosos fosse feito por data agendada, e não por nome, e que houvessem mais pontos para atendimento de um maior número de pessoas que precisam completar o esquema vacinal, o que não foi cumprido.

A promotora de justiça Fábia Nilci, que esteve na UBS, disse ser inadmissível a situação dos idosos. “É triste a situação que encontramos na UBS São Pedro, com idosos se aglomerando em busca da vacina, sendo que alguns relataram ter vindo no dia anterior, por estarem com a data atrasada para recebimento da segunda dose. Nós orientamos que a vacinação fosse feita em outras UBS, não só na São Pedro, e que as pessoas fossem chamadas por data de segunda dose não cumprida”, disse Fábia.

A gestora do município justificou a aplicação da segunda dose da Coronavac, apenas na UBS São Pedro, por ter sido a que apresentou o maior número de idosos vacinados com a primeira dose.

Local

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo