Polícia

Professor é indiciado por importunação sexual contra aluna de 15 anos, em Macapá

Um professor que estava lotado na Escola Estadual Tiradentes, foi indiciado, nesta terça-feira (5), pelo crime de importunação sexual, segundo a Polícia Civil do Amapá. Em março deste ano, uma aluna de 15 anos do Colégio Tiradentes denunciou o caso relatando, entre outras situações, que o professor Abraão Júnior chegou a passar o seu órgão sexual em parte do corpo dela durante a aula.
Agora o Ministério Público deve analisar o caso para decidir se faz uma denúncia contra ele.

Segundo a Secretaria de Estado da Educação, o professor está afastado das funções desde o início da investigação, ocorrida em 18 de março deste ano pelo delegado Ronaldo Entringer, titular da Delegacia Especializada na Repressão de Crimes Contra a Criança e do Adolescente (DERCCA).
O delegado informou que “já haviam outras denúncias de que fato semelhante teria ocorrido na escola Gabriel Almeida Café, com abuso contra uma adolescente e o pai teria ido ao local tomar satisfação com o mesmo professor. Esse fato será investigado. Agora, vamos apurar para saber a veracidade das informações. Peço aos alunos que foram importunados que procurem a Delegacia para depor e registrar ocorrência sobre esse caso”, disse o titular da DERCCA.
A Reportagem entrou em contato com o advogado de defesa do acusado, o qual não obteve resposta.

Lembre o caso:
A importunação teria ocorrido no dia 17 de março na sala de aula da aluna de 15 anos. No dia 18, o professor suspeito foi “expulso” pelos alunos a gritos de fora abusador em vídeos divulgados nas redes sociais. No dia 18 a investigação iniciou.

Como denunciar
Denúncias de assédio e importunação sexual podem ser feitas pelos canais da Central de Atendimento à Mulher (180), pela Polícia Civil e Polícia Militar (PM).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo