Polícia

Ratos d’agua são presos na comunidade de Imperativa pela Capturas

Os irmãos Ederson Idalino Pena, de 27 anos de idade e Edivan Idalino Pena, 42, foram localizados e presos na tarde de hoje, 13, por agentes de Polícia Civil, da Divisão de Capturas, na comunidade quilombola Imperativa, às proximidades do Curiaú.

Eles foram presos pela equipe Capturas

De acordo com o titular do Departamento de Polícia Especializada (DPE), delegado Fábio Araújo, denúncias apontavam que naquela região, vários foragidos de Justiça estavam escondidos e envolvidos na prática de roubos, inclusive à embarcações e ribeirinhos da região.

Após um longo período de levantamento, um efetivo com oitos agentes da PC se dirigiu para a comunidade, em uma embarcação. A viagem durou cerca de 1 hora e meia. No local de difícil acesso, estavam os criminosos procurados pela polícia.

Disfarçados de pesquisadores do IBGE, os policiais se aproximaram da casa onde os suspeitos estavam e no momento oportuno, deram voz de prisão sem dar chance de fuga a dupla. Um terceiro elemento foi detido, mas o mandado de prisão que existia contra ele havia sido revogado. Por isso, ele foi liberado.

Conforme consta no sistema Judiciário, Ederson responde a vários processos e tem condenação por tráfico de drogas. Edivan tem uma pena de 14 anos de reclusão por homicídio.

Os dois foram trazidos para Macapá. Depois de passarem pelo procedimento de praxe na Polícia Científica, foram conduzidos para a penitenciária estadual.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo