Polícia

Santana: Acusado de envolvimento no atentado contra sargento do Bope morre ao troca tiros com a polícia

Uma denúncia anônima levou as equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) a um imóvel, localizado na Travessa 12, do bairro Provedor 2, no município de Santana, onde, segundo o denunciante, um foragido de justiça estaria exibindo uma arma de fogo na varanda superior da casa.

Chegando ao local para averiguar a informação, por volta das 17h30 desta terça-feira, 16, os policiais constataram a veracidade da denúncia, mas logo foram surpreendidos por tiros vindos do interior da residência, que fica nos fundos de um galpão. De imediato, os militares revidaram. Houve troca de tiros e um suspeito que estava no local foi baleado. Outros dois conseguiram escapar pulando em uma área alagada.

O socorro médico foi chamado para prestar atendimento ao ferido. Porém, quando a ambulância chegou, nada mais pode ser feito. O indivíduo havia morrido. Ele foi identificado como João Joatan Gomes Tolosa, o “Joãozinho”, velho conhecido da polícia. O mesmo tinha passagens pela penitenciária pelos crimes de homicídio e roubo.

De acordo com a polícia, com o criminoso foi encontrada uma pistola 9mm. A mesma que ele usou para abrir fogo contra os PMs. A arma foi apreendida e apresentada na delegacia.

Depois dos procedimentos de identificação e remoção do corpo pela Polícia Científica, o comandante do Bope, major Kleber Silva, informou que Joãozinho foi reconhecido e apontado por envolvimento no atentado que vitimou um sargento do Bope no último domingo, 14.

Acompanhe a entrevista do comandante do Bope-AP.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo