Polícia

Drogas, celulares e bebidas são apreendidas durante revistas na penitenciária

Em revistas realizadas no fim da tarde de hoje, 26, em pelo menos três celas do Pavilhão F1, do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), os policiais penais conseguiram apreender drogas, telefones celulares e garrafas de bebidas artesanais.

Biricutico é uma bebida produzida pelos próprios internos

De acordo com informações, após receber uma denúncia, a equipe de plantão, com o apoio do Grupo Tático Prisional (GTP), fez a contenção dos detentos das celas e iniciaram a varredura. Durante as buscas, eles encontram 39 aparelhos de telefones celulares, 58 garrafas de biricutico (bebida feita pelos internos), fermento para produzir a bebida e várias porções de substâncias entorpecentes.

Ainda segundo informações, a droga e os telefones estavam escondidos em locais que eles chamam de “toca”.

Polícia penal fez a apreensão

“Eles escondem dentro do banheiro, dentro dos ralos, passam uma fina camada de cimento que facilita a quebra quando é preciso. Já o biricutico, é enterrado no meio do terreno. Como a área é grande, eles inventam de capinar e enterram as garrafas. Nós descobrimos ao observarmos a terra fofa”, disse um policial penal.

Matéria fica escondido em “tocas”

Os telefones e as drogas apreendidas serão apresentadas no Ciosp do bairro Pacoval. Como nenhum preso assumiu ser proprietário dos produtos, um inquérito administrativo será instaurado para apurar como o material entrou na cadeia.

Vários aparelhos, carregadores e drogas apreendidos

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo