Polícia

Em Santana mulher tem cabeça esmagada por caminhão tanque

Uma mulher de 40 anos de idade, morreu de forma trágica na tarde desta quinta-feira, 4, no município de Santana. Raimunda da Silva Costa, mais conhecida como dona Ray, estava em uma bicicleta, quando foi atropelada por um caminhão tanque. O acidente aconteceu por volta das 15h, no bairro Piçarreira, às proximidades da casa da vítima.

“Fomos acionados e, quando chegamos, tivemos a informação que o caminhão trafegava na Duca Serra, sentido Santana e fez a conversão para entrar na Avenida São Paulo. A senhora retornava de Santana, pela mesma rodovia e também fez a conversão para entrar nessa via, quando acabou atropelada”, detalhou o tenente Adan do Batalhão Rodoviária Estadual (BPRE).

A bicicleta parou a cerca de 25 metros de onde ocorreu o acidente

Raimunda teve a cabeça esmagada. Massa encefálica ficou espalhada no asfalto. A bicicleta que ela estava foi arrastada por cerca de 40 metros. Segundo informações, o condutor do caminhão, Roberto Moraes da Silva, de 41 anos, fugiu do local.

Ray, como era conhecida, deixou 10 filhos órfãos

“Ele alegou que percebeu que tinha passado por cima de algo e parou. Ao ver que havia atropelado uma pessoa, entrou no veículo novamente e seguiu para o pátio da empresa que trabalha, com medo de ser agredido, porque logo aglomerou de curiosos”, contou o oficial.

Roberto foi detido por uma equipe de militares do 4° batalhão da Polícia Militar. Conforme declarações, o mesmo foi capturado no momento em que tentava deixar a local em um carro de aplicativo. Ele foi apresentado na 1° Delegacia de Santana.

A vítima deixa 10 filhos órfãos. De acordo com vizinhos, ela sustentava a família vendendo salgadinhos e retornava para casa depois de mais um dia de trabalho quando teve a vida ceifada no acidente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo