Polícia

Empresários são autuados em flagrante por receptação de cabos de fibra óptica

A Polícia Civil, por meio da 9° Delegacia, deflagrou na manhã desta quarta-feira, 17, a Operação Hefesto (Deus da Metalurgia) e cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em sucatarias investigadas por comprar cabos de fibra óptica, na cidade de Macapá.

Um empresário de 58 anos de idade, que não teve a identidade revelada, acabou preso e autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada e pode pegar de três a oito anos de pena. Outras duas pessoas foram conduzidas para a delegacia na condição de testemunhas.

De acordo com o delegado Nixon Kennedy, que chefiou a ação, cerca de 500 quilos de cobre derretidos, foram aprendidos em sucatarias nas Zonas Norte, Sul e Oeste da capital amapaense.

“Essa aquisição era feita de um material já derretido. As empresas quando descartam esse produto, elas mandam para fora do Estado, para compor uma espécie de acervo e, posteriormente, são mandados para leilão. Porém, tudo fora do Amapá. Nada é feito por aqui”, explanou a autoridade policial.

O delegado disse ainda, que as investigações iniciaram a partir de inúmeras denúncias de pessoas que foram prejudicadas com o furto desse material, pois chegaram a ficar dias sem comunicação via internet.

Nixon contou que cada bobina de fibra óptica é vendida para as empresas em torno de R$ 20 mil. Na ilegalidade, o quilo do cobre existente dentro dos cabos, não ultrapassa a irrisória quantia de R$ 35.

“Em decorrência da quantidade de furtos dessa natureza, entendemos que nem nós da Polícia Civil, nem a Polícia Militar, conseguiriam conter esse tipo crime. Por isso, decidimos atuar no crime secundário, que nesse caso é a receptação qualificada. Porque o empreendedor, o comerciante, tem que ter plena consciência daquilo que ele adquiri”, lembrou Kennedy.

As incursões continuaram durante todo o dia e, pela tarde, mais um empresário acabou detido na Zona Norte da cidade. No estabelecimento dele foram encontrados 450 quilos de cobres.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo