Polícia

PF combate fraude fundiária no Amapá


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira (8/2), a Operação Invasor com objetivo de combater fraudes na regularização de títulos de terras no estado ao Amapá.

A ação tem apoio do Ministério Público Federal (MPF).
Cerca de dez policiais federais deram cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em Macapá/AP: uma residência no bairro Boné Azul e uma empresa no bairro Beirol.
Investigações da PF apontaram para articulações de particulares junto ao poder público para regularização fundiária por meio de processos fraudulentos, baseando-se em informações e documentos falsos e com auxílio de servidores públicos.
Os envolvidos poderão responder, na medida de suas participações, pelos crimes de falsidade ideológica, invasão de terras públicas e destruição de floresta. Uma vez condenados, poderão
cumprir penas que chegam a nove anos de reclusão.
O nome da operação, Invasor, é uma referência ao modo como as pessoas investigadas se apossavam das terras. (Asscom PF)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo