Covid-19Macapá

Com articulação de Randolfe, Prefeitura faz pedido de 119 mil doses de vacina para Macapá

O prefeito de Macapá, Antônio Furlan, e o senador Randolfe Rodrigues (Rede) anunciaram neste sábado (13), a formalização do pedido de compra de 119 mil doses da vacina contra a Covid-19. O investimento será de R$ 6 milhões para aquisição da Sputnik V, o imunizante desenvolvido pelo Instituto Gamaleya, na Rússia.
O prefeito informou que a compra do imunizante russo garantirá que 23% da população macapaense seja vacinada e essa imunização seguirá o Plano Municipal de Vacinação, que é executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).
“Através da articulação do senador Randolfe com a Embaixada da Rússia no Brasil, poderemos adquirir essas doses da vacina, que dará um aporte na vacinação da população de Macapá”, disse Furlan.
O documento que inicia a tratativa de compra foi enviado pela Prefeitura de Macapá ao Fundo Soberano Russo. Ao todo, o município possui o recurso de R$ 6 milhões para a aquisição das doses. Dos quais, R$3 milhões são oriundos do Tesouro Municipal e os outros R$3 milhões, fruto de emenda do senador Randolfe Rodrigues.
‘’Não tem outra alternativa para a superação da pandemia que não seja a vacinação. Precisamos buscar todas as vacinas possíveis no planeta. Fico feliz em saber a disposição da Prefeitura de Macapá no intuito de imunizar a todos. Quanto mais rápida for a vacinação sairemos dessa crise sanitária’’, enfatizou o senador.


A compra da Sputnik V será possível através da Lei Federal 14.125/21, que autoriza a aquisição de vacinas diretamente pelos governos estuais e prefeituras. A Sputnik ainda não recebeu o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas, o Ministério da Saúde (MS) também já articula a compra de 10 milhões de doses dessa vacina.


Vacina Sputnik V
A vacina fabricada pelo instituto russo Gamaleya é de fácil armazenamento. O imunizante é aplicado em duas doses. Em estudos preliminares publicados pela revista científica “The Lancet”, ela obteve a eficácia de 91,6% contra casos sintomáticos e em casos moderados e graves da doença, a taxa foi de 100%.
A Sputnik V é baseada em vetores de adenovírus, ou seja, um outro vírus introduz o RNA do coronavírus dentro do corpo. Dentro do organismo, o vírus não consegue se reproduzir, não ocasionando a doença. Segundo o fabricante, no caso da Sputnik V, o adenovírus é diferente em cada dose da vacina. Na primeira, é o Ad26. Na segunda, é o Ad5. Ambos atuam estimulando uma reação de defesa do organismo.


Vacinação em Macapá
Macapá já vacinou 17.199 pessoas, entre profissionais da saúde, idosos institucionalizados e idosos com idade a partir de 75 anos. Ao todo 4.534 pessoas já tomaram a segunda dose e completaram o ciclo de imunização. Sendo, um total de 21.733 doses utilizadas entre a primeira e a segunda doses.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo