Polícia

Principal líder de facção criminosa que atua no Amapá foi preso pela DTE no Sul do país

Um minucioso trabalho de delegados e agentes da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da Polícia Civil, e que levou meses de investigação, resultou na prisão de um dos criminosos mais procurados e temidos do Amapá. Sávio Maciel Vieira, de 24 anos de idade, conhecido no submundo do crime como “Beco”, foi localizado e preso nesta quinta-feira, 8, na cidade de Joinville, no Estado de Santa Catarina.

“Esse indivíduo é tido como o líder uma organização criminosa que vem causando o terror em nosso Estado. Ele é responsável por diversos homicídios, roubos e pelo tráfico de drogas. Inclusive, tinha assumido a operação de tráfico de outro traficante que a gente prendeu recentemente em Curitiba, no Paraná. Só pra ter uma ideia, esse elemento tem condenações que totalizam mais de 40 anos de prisão”, contou o titular da DTE, delegado Sidney Leite.

Conforme os levantamentos da polícia apontaram, mesmo condenado e na condição de foragido de Justiça, Beco continuava mandando drogas para o Amapá e integrando a cúpula da mais violenta facção criminosa que atua no Estado.

“Ele aparece em várias investigações da Polícia Civil. Também foi identificado como sendo o responsável de muita droga apreendida pela especializada. Deve ainda ser indiciado em outros inquéritos que tramitam na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes. É um indivíduo extremamente perigoso e que havia fugido de um hospital em Macapá, quando foi fazer um procedimento cirúrgico. Por isso, podemos considerar que um dos maiores traficantes do Amapá foi preso”, disse Vladson Nascimento, delegado adjunto da DTE.

Ainda de acordo com as autoridades policiais, a ação contou com o apoio da Polícia Militar de Joinville. Durante a abordagem, Beco que estava em um carro de luxo, não obedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga. Houve perseguição ao bandido por várias ruas e avenidas da cidade sulista. Tudo foi gravado pelos militares. O bandido perdeu o controle da direção e bateu o carro em um acostamento. Sidney Leite falou que o fugitivo, que estava armado com um revólver, ainda correu para uma área de mata, onde ficou escondido por cerca de duas horas de tempo. O local foi cercado e o criminoso acabou preso. Depois foi levado para o presídio estadual da cidade catarinense. Nos próximos dias ele será recambiado para o Amapá e transferido para o Instituito de Administração Penitenciária (Iapen).

Histórico criminal

Sávio Vieira, o “Beco”, estava recluso no IAPEN, onde respondia condenações por tráfico de drogas, roubos e homicídios. O mesmo estava foragido desde o no ano de 2019, quando escapou de um hospital particular, localizado no bairro Santa Rita em Macapá, para onde foi levado para fazer uma cirurgia.

Na época, depois de ser submetido ao procedimento, o criminoso fugiu pulando a janela do consultório da unidade de saúde, e desde então, não foi mais visto, até ser localizado na data de ontem, no Sul do Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo